Material Design de materiais para desenho whatsapp para android


A versão para Android do serviço acaba de ganhar uma muito bem feita interface inspirada no Material Design.

Na prática, isso significa que o visual do WhatsApp ficou mais limpo e organizado. Assim como aconteceu com outros aplicativos que receberam interface baseada no Material Design (por exemplo: Gmail, Google Play e Hangouts), agora a barra no topo ganhou uma cor de destaque (verde) e padroniza o acesso aos principais recursos da ferramenta, como as guias Ligações, Conversas e Contatos.

whatsapp android

whatsapp android

Ícones também foram trocados, há novos botões e alguns elementos foram redesenhados – o campo para inserção de mensagens, por exemplo, agora “flutua” na parte inferior do aplicativo.

Mudanças em interfaces muitas vezes geram alguma resistência por parte dos usuários, mas não deve ser o caso aqui. Com o Material Design, o WhatsApp ficou com uma aparência mais moderna e menos confusa, portanto, a experiência de uso deve melhorar.

Ainda não atualizei, mas pelas screenshots parece que faltou mudar a cor da barra de notificação. Materia design tão bonito, mas demoram muito para atualizar os aplicativos.

android whatsapp

android whatsapp

Se não quiser aguardar, você pode acessar o endereço baixar-whatsapp-gratis.org e baixar whatsapp o arquivo de instalação (whasapp.apk) dali. Vale frisar que, antes de executá-lo, você deve habilitar a opção “Fontes desconhecidas” nas configurações de segurança do Android.

Quando a instalação for concluída (menos tempo), basta reabrir o app e a interface estará lá, pronta para uso.

Nem se compara àquela interface datada de antes, mas o Telegram no quesito Material (e em todos os outros) ainda continua melhor.

Saindo um pouco da interface, mas foi a partir dela que me veio a pensar, foi um padrão que se repete comigo. Eu usava o Facebook Messenger muito para conversar com familiares. Hoje, todos eles usam Whatsapp. Por causa do Telegram (que virou meu padrão), converso com todos os amigos lá (evidentemente os que não o possui — equivocados — continuo pelo Whatsapp) e o Whatsapp virou basicamente familiar, com aqueles grupos esquisitos e, bem… o Facebook Messenger virou apenas para assuntos da faculdade.